Saturday, July 29, 2006

A política ideal é a das discussões, dos argumentos. Não vi isto na visita do Maquito (28 de julho), mas de certa forma pareceu que as coisas estavam indo no caminho certo. O político chegou, subiu no banco e falou à multidão. Coisa simples. O problema é que se tornou a Praça da República um comício e o pobre banco tornou-se palco. Aí a multidão ficou em torno dele, pisoteando a grama da praça – que não é barata – e tumultuando o centro de São Luís. É bom campanha política, mas uma campanha séria, não improvisação, que só tira a nossa calma e destrói patrimônio público.

Ando meio romântico estes dias...

Funções dos jornalistas

É lindo...
e até romântico o jornal que tem bonitinho todos estes cargos. Na prática, acumulamos vários deles, aí fazemos um trabalho mais ou menos, que será consumido mais ou menos. nesta vidinha mais ou menos, porque exigir um profissional formado, se um mais ou menos é mais barato.
Foda é esta profissão que não tem órgão algum para defender o profissional. Estamos a mercê da própria sorte.